Categoria: Gatos

Capa de 'Tudo sobre o gato Sphynx'

Tudo sobre o gato Sphynx

O Sphynx é uma raça consideravelmente nova, mas que vem chamando cada vez mais a atenção no mundo todo.  Além da sua aparência exótica por não possuir pelos, a raça tem outras características interessantes que fazem o Sphynx ser um animal único e incrível. Veja tudo o que você sempre quis saber sobre o gato que leva o nome de “esfinge”!

A história da raça                    

A história do Sphynx começou em Ontário, uma província localizada no centro-leste do Canadá. Acredita-se que em 1966, uma gata preta e branca deu à luz a um gatinho desprovido de pelos que chamou a atenção de todos na época. Pelo fato desse animal possuir essa característica diferente, proveniente de uma mutação natural, ou seja, não intencional, surgiu a ideia de tentar reproduzi-lo com o objetivo de conseguir novos exemplares. O processo para conseguir novos gatinhos sem pelos não foi fácil, pois o gene que proporciona essa característica é recessivo e, portanto, mais difícil de ser manifestado. Entretanto, mesmo com as dificuldades para conseguir novos animais neste padrão, foi possível encontrar uma quantidade muito maior de felinos pelados já na década de 70.

A criação de uma nova raça ganhou ainda mais força quando alguns criadores da América do Norte decidiram cruzar esses exemplares com a raça Devon Rex, que também possui baixa quantidade de pelos no corpo. Após anos de reprodução e aprimoramento genético, surgiu a raça que hoje em dia é conhecida como Sphynx. Antigamente o Sphynx era chamado de “Gato Pelado Canadense”, mas o nome foi substituído após perceberem semelhanças físicas do animal com uma antiga escultura egípcia, chamada “Esfinge”. 

As características do Sphynx

Tamanho: a raça é de porte médio, medindo cerca de 20 a 25 centímetros de comprimento.

Peso: os machos pesam cerca de 5 kg, enquanto as fêmeas são um pouco mais leves, pesando em torno de 3 kg. Essa diferença de peso pode ser explicada na medida em que os machos são um pouco mais musculosos.

Expectativa de vida: a expectativa de vida do Sphynx é de aproximadamente 14 anos, mas esse tempo pode ser ainda maior se o tutor tomar alguns cuidados essenciais para manter a saúde do pet.  Sendo assim, é possível aumentar a expectativa de vida do felino oferecendo uma alimentação de alta qualidade e específica para cada fase da vida, pois os nutrientes de alto valor biológico e com boa digestibilidade são fundamentais para suprir as necessidades diárias do organismo. Além disso, é preciso ficar atento ao calendário de vacinação e vermifugação, que são importantes para evitar possíveis doenças. Outro fator que contribui para uma vida mais longa é proporcionar um ambiente espaçoso e enriquecido com grande variedade de brinquedos interativos, a fim de garantir uma boa qualidade de vida.

Pelagem: Não possui aquela camada de pelos que estamos acostumados a ver nos gatos, e a pele fica totalmente exposta. Em alguns Sphynxs é possível encontrar alguns pelos nas orelhas, no rabo e até na barriga, no focinho (os bigodes) mas não é comum. Existe também um tipo de penugem sobre a pele do Sphynx, porém é muito difícil de ser visualizada ou sentida. Outro fator interessante é que a pele do Sphynx possui dobras e costuma ser mais oleosa do que a de outras raças.

Mesmo não possuindo pelos, existem tons variados de pele. Os mais encontrados são das seguintes cores: branco, cinza claro ou escuro, azul, creme e marrom. As cores não são necessariamente únicas. Também é comum encontrar animais lisos com manchas de outra tonalidade.

Comportamento: São agitados, gostam de brincar com frequência e se adaptam tranquilamente a rotina dos tutores. Por serem dóceis, carinhosos, apegados e fiéis, eles são recomendados para o convívio com crianças, idosos e até com outros animais. Além de todas essas qualidades, a raça também é muito inteligente e capaz de aprender diversos truques, principalmente se forem ensinados desde filhotes. 

Curiosidades

Veja abaixo as 7 curiosidades sobre o Sphynx!

#1 Prune

O primeiro gato sem pelo foi nomeado de “Prune”. O engraçado é que seu dono escolheu esse nome justamente por conta da sua aparência.  A tradução do nome para o português significa “ameixa seca”.

#2 Bigode dos gatos

Uma curiosidade interessante é que os Sphynx geralmente não têm bigodes. Conhecidos como vibrissas, os bigodes do gato possuem diversas funções. Além de ajudar no equilíbrio, as vibrissas também são importantes para o felino ter noção de espaço e maior sensibilidade na face. Outra função importante é a proteção das orelhas e dos olhos. Elas são responsáveis por estimular uma reação no animal quando algo invasivo atinge essas regiões. Esse tipo de reação pode ser comparado ao espirro de um animal, que acontece quando algo irritante entra no nariz.  Por já terem nascido sem bigode, os Sphynx acabam se adaptando. Dessa forma, eles possuem outras habilidades para compensar essa ausência.

#3 Outras raças sem pelos

Existem outras raças parecidas com o Sphynx, a exemplo do Peterbald, Donskoy, Levkoy Ucraniano e Bambino. Na verdade, esses gatos não são totalmente desprovidos de pelos, mas a sua camada é tão fina que dá a sensação de serem pelados.

#4 Anatomia

A anatomia do Sphynx é um pouco diferente da maioria dos gatos. A maior diferença está no rosto, que é afinado, com olhos grandes, orelhas compridas e pontudas.

#5 Dobras

Todos os gatos possuem dobras na pele. Por não possuírem pelos, as dobrinhas do Sphynx ficam mais aparentes, dando a impressão de que são exclusivas dessa raça.

#6 Resistência

Mesmo com mutações genéticas e com a aparência de ser mais frágil fisicamente, o Sphynx é uma raça que possui poucos problemas hereditários. Mantendo os cuidados essenciais com a pele, dificilmente você encontrará problemas de saúde nesse animal.

#7 Preço do Sphynx

Muitas pessoas se perguntam, ‘Quanto custa um Sphynx?’. Por ser uma raça exótica, é preciso desembolsar cerca de R$ 4.000,00 a 7.000,00, pois dificilmente encontrará um para adoção. Se você estiver pensando em trazer esse pet para a sua família, não se esqueça de visitar o gatil antes, e compre apenas de criadores devidamente registrados e autorizados nos órgãos competentes.

As necessidades especiais

O Sphynx é um gato normalmente muito saudável, com poucos relatos de problemas de saúde. Alguns pontos devem ser observados para manter seu bem-estar e sua saúde:

Cuidados com a pele

- Proteção solar: por serem desprovidos de pelos, eles estão mais sujeitos a lesões ocasionadas pela exposição excessiva ao sol. Normalmente as lesões mais frequentes estão associadas com queimaduras ou tumores de pele. O indicado é usar protetor solar nos gatos que ficam muito tempo expostos ao sol. Ou, no mínimo, não permitir que o felino fique horas recebendo luz solar direta em sua pele.

- Oleosidade: pelo fato de não possuírem pelos, toda a oleosidade normal que a derme produz fica sobre a pele, dando um aspecto um pouco mais oleoso. Esse mecanismo é uma proteção e não deve ser retirado, porém é necessário banhar o Sphynx regularmente para controlar a produção de sebo. Deve-se tomar um cuidado especial com as dobras, limpando a pele entre elas evitando a proliferação de fungos. Nas orelhas é necessário um cuidado extra com limpeza, retirando o excesso de cerúmen semanalmente. Há, apesar de não terem pelos, os Sphynx se banham utilizando a língua da mesma forma que os outros gatos.

- Frio: a resistência a baixas temperaturas é menor nesta raça, por questão da ausência de pelos. Durante épocas frias é necessário mantê-lo abrigado do vento e da umidade.

Doenças hereditárias

Como todo animal de raça, ela apresenta chances maiores de doenças hereditárias e genéticas. Separamos as mais comuns:

- Cardiomiopatia hipertrófica: é o principal problema de coração dos felinos. É uma doença no músculo do coração transmitida geneticamente. Não pode ser curada, mas o correto tratamento veterinário pode melhorar consideravelmente a qualidade de vida do animal acometido.

- Síndrome Miastênica Congênita: é uma doença hereditária também, causada por uma mutação em um gene, que acomete os Sphynx e os gatos da raça Devon Rex. Apesar de grave, é muito rara. Causa uma fraqueza muscular generalizada, levando a dificuldade de locomoção progressiva. Aparece nos primeiros meses de vida e não tem cura.

Nutrindo o Sphynx

A alimentação é um ponto fundamental para saúde, bem-estar e longevidade do Sphynx. São comilões, mas isso explica-se pelo seu metabolismo mais alto devido ao comportamento agitado e maior esforço para manter a temperatura corporal. O tutor deve procurar o alimento certo para o seu Sphynx analisando a composição, a fonte dos ingredientes e a qualidade da dieta. Gatos são animais carnívoros estritos, necessitando de altos aportes de proteína de origem animal e baixa quantidade de carboidratos.

E como oferecer a melhor nutrição?

Existem dietas para felinos formuladas especificamente para as fases de vida e para a situações diferentes, como para gatos castrados, gatos com tendência a problemas urinários, sensibilidade cutânea, controle do peso e até para dificuldades digestivas.

A Farmina utiliza somente matérias-primas de altíssima qualidade, e formula suas dietas com mais de 90% das proteínas presentes oriundas de ingredientes de origem animal. A Farmina respeita a origem e o instinto de cada animal e por isso desenvolve produtos com base na combinação entre natureza e ciência.

Para ajudar os tutores, a Farmina criou o Plano Nutricional. Basta preencher algumas informações do seu pet para que o sistema criado por especialistas em nutrição animal identifique qual é a melhor dieta. O alimento indicado será o adequado para as particularidades do animal em questão. Clique aqui para participar e ainda receba um cupom de desconto exclusivo. Se você ainda tiver dúvidas ou sugestões, entre em contato através das nossas redes sociais ou SAC.