Categoria: Cães

Capa de 'Sinais de que seu animal está ficando velho'

Sinais de que seu animal está ficando velho

Devido a uma boa alimentação, vacinação e consultas veterinárias preventivas, cães e gatos estão vivendo muito mais. Esses fatores são responsáveis por terem ampliado o número de animais idosos no mundo. Mas será que seu amigo de longa data já é considerado idoso? Confira alguns sinais de que seu pet está ficando velho e algumas dicas de como melhorar sua qualidade de vida na terceira idade.


Sinais de velhice


Há quem diga que para equiparar a idade de um cão ou gato à humana, basta multiplicar sua idade por sete. No entanto, estudos recentes comprovam que a conta não é tão simples assim e que pelos brancos nem sempre querem dizer que o animal está velho. Sinais como: falta de apetite; cansaço; preguiça/desânimo; emagrecimento em gatos e aumento de peso em cães; falta de vontade de brincar ou fazer coisas que antes gostava; dificuldade para fazer movimentos comuns, como por exemplo, pegar o alimento do comedouro; dores articulares e na coluna podem indicar que o seu amigo está entrando na terceira idade.


Qualidade de vida na terceira idade


Pequenas mudanças na rotina do cão ou gato idoso podem fazer uma grande diferença. Em entrevista ao Estadão, a médica veterinária especialista em comportamento animal, Carolina Rocha, citou algumas dicas para melhorar a qualidade de vida dos peludos na terceira idade:


Deixe potes de comida em locais mais altos


Abaixar para pegar o alimento pode causar dores ou incômodos no animal. Coloque tijolos ou uma caixa de sapato embaixo do comedouro e bebedouro para reduzir os movimentos que o seu amigo precisa fazer.

 

Coloque pisos antiderrapantes na casa


Artrose, artrite e problemas na coluna são comuns na terceira idade dos pets. Os pisos lisos podem ampliar o desconforto articular e causar dores. Opte por pisos ou passadeiras antiderrapantes no lado interno e externo da casa.

 

Evite trocar os móveis de lugar


Os cães e gatos podem perder a visão totalmente ou parcialmente quando ficam velhos e passam a usar os móveis como um guia para saberem onde estão. A mudança de local de mesas, escrivaninhas, sofás, entre outros, pode fazer com que eles se sintam perdidos. 

 

Evite que o animal suba e desça dos locais


Nessa fase, a noção de profundidade dos animais pode ficar escassa e qualquer passo mal planejado pode causar acidentes sérios, como: fratura de uma pata, quadril, dentes quebrados e outros problemas graves.


Faça passeios mais curtos


Respeite a disposição do animal. É normal que, principalmente os cães, fiquem mais preguiçosos e hesitem praticar exercícios físicos. Por isso, é importante reduzir o tempo de passeios e caminhadas diárias.

 

Happy pet. Happy you.