Categoria: Saúde e Bem-Estar

Capa de 'Qual a quantidade diária indicada de alimento?'

Qual a quantidade diária indicada de alimento?

Um dos assuntos que mais geram dúvidas sobre alimentação de animais é a quantidade diária de ração recomendada. Este valor varia de acordo com as marcas de alimentos e precisa ser avaliado por um médico veterinário em caso de perda ou ganho de peso do animal. Dar a quantidade errada de ração para o seu pet pode trazer problemas para a saúde dele.

Em um bate-papo com Patrícia Padovez, Médica Veterinária e Coordenadora Técnica da Farmina Pet Foods, ela dá algumas dicas de como funciona a recomendação diária de alimento. Confira a seguir e tire suas dúvidas.

 

Por que é importante controlar a quantidade de alimento dada aos animais de estimação?

De acordo com o peso do animal, a quantidade indicada na embalagem de ração tem a proporção ideal que o pet precisa durante o dia tanto de energia quanto de nutrientes. É importante que a quantia diária seja respeitada, pois ela é a recomendação para que seu animal tenha uma vida saudável, sem excesso de peso, subnutrição ou até mesmo problemas de fezes amolecidas ou caso de diarreias

 

A quantidade de ração diária especificada nas embalagens dos produtos pode ser pouca para alguns pets e muita para outros. Por que isso ocorre?

Assim como nos humanos, que têm uma variação na atividade metabólica, nos pets acontece a mesma coisa. Alguns animais têm o metabolismo mais rápido, por isso terão maior necessidade energética e consecutivamente deverão consumir mais alimento, outros apresentam o metabolismo mais lento, nesse caso a quantia diária recomendada deverá ser reduzida. Além dessa questão metabólica, também devemos ficar atentos ao nível de atividade do animal. Animais com baixa atividade física precisam de menos alimento para suprir suas necessidades energéticas diárias, já animais com alta atividade física devem consumir mais ração para melhor desenvolvimento. Essas relações de níveis de atividades físicas de cada animal e as quantidades diárias sugeridas encontram-se nas embalagens dos produtos da Farmina N&D GrainFree, N&D LowGrain, Cibau e outros produtos da linha de prescrição Vet Life. Já sobre as diferenças metabólicas, se você perceber que seu animal está ganhando ou perdendo peso excessivamente é aconselhável procurar um Médico Veterinário para que seja feito um reajuste das quantidades diárias de alimento do seu pet.

 

Como saber se a quantidade de ração dada ao pet é suficiente? Como o dono do pet deve agir em uma situação dessa?

A quantidade descrita na embalagem é um ponto de partida, porém como já informamos há animais que possuem metabolismo mais ou menos acelerado e também praticam mais ou menos exercícios. Por isso, é necessário que o dono do animal observe se ele está ganhando ou perdendo peso. Se o pet recebe uma quantidade maior do que ele precisa, ele pode vir a engordar ou ter problemas como fezes amolecidas e até mesmo diarreias, se ele come menos que o necessário certamente terá perda de peso ou até deficiência nutricional. Isso é um ponto importante de se analisar, pois os produtos Farmina N&D GrainFree e N&D LowGrain são bem diferentes se comparados aos demais produtos do mercado, pois possuem mais proteínas e menos carboidratos. Certamente seu cão e gato deverão consumir menos alimento para suprir suas necessidades energéticas. Fiquem atentos e caso perceba que seu pet está engordando ou emagrecendo, o mais indicado é levá-lo ao Médico Veterinário para que seja feita uma reavaliação das quantidades diárias para seu animal.

 

Caso o pet peça mais ração do que o recomendado, o que deve ser feito? Isso pode significar que a quantidade recomendada é pouca?

Existem animais que vão pedir mais comida, pois realmente vão sentir necessidade de mais energia, como também há os que comerão mais, devido ao sabor, à palatabilidade do alimento, esse último caso ocorre muito com os alimentos da Farmina devido à qualidade de nossas matérias primas e também pelo nosso processo produtivo, tecnologia única no Brasil (Long Life Vitamins, VaccumCoater, Just in Time Process), mais qualidade nutricional e alimentos sempre frescos. Outros animais podem sentir falta do volume de alimento que era administrado anteriormente, porém quantidade não é qualidade. Quanto melhor a qualidade do produto, menos o animal vai precisar comer, para suprir suas necessidades nutricionais, e também menos fezes ele fará devido a boa digestibilidade do alimento. O que pode ser feito é fracionar a refeição várias vezes ao dia, dessa forma o pet terá sempre o potinho de ração cheio e ficará com a impressão de que está comendo mais.

 

No caso das rações da Farmina Pet Foods existe uma crença de que é necessário reduzir as quantidades diárias recomendadas. Por que isso acontece?

As rações N&D da Farmina possuem uma digestibilidade muito elevada. Isso significa que o animal come e tem um aproveitamento muito bom dos nutrientes do produto. Porém, essa redução das quantidades recomendadas não é uma regra, quando isso acontece costumamos indicar uma redução gradativa, mas apenas o Médico Veterinário poderá fazer essa avaliação.

 

Happy pet. Happy You.