Categoria: Saúde e Bem-Estar

Capa de 'Páscoa: Não divida os doces com os seus pets!'

Páscoa: Não divida os doces com os seus pets!

Com a páscoa chegando, muitos pets podem se sentirem atraídos pelo grande número de chocolates, ou até mesmo as crianças podem ficar com pena do bichinho e oferecer um pedaço do seu ovo de chocolate, mas cuidado: apenas um pouco do alimento pode fazer muito mal para um cão.           

Por que?

Os chocolates possuem uma substância derivada do cacau chamada teobromina. Esta prima da cafeína pode deixar os bichinhos em coma e até levar a morte. Enquanto nós, seres humanos, conseguimos digerir a substância, nos pets ela se acumula em níveis tóxicos rapidamente.

Tipos de chocolates

Visto que é uma substância vinda do cacau, o chocolate meio amargo é o mais tóxico para qualquer animal, e também o que demanda mais urgência no tratamento. Enquanto o chocolate branco quase não possui teobromina, mas possui altos níveis de açúcar e gordura, também se tornando perigoso para os animais.

Outros cuidados

Por mais que seja difícil resistir àquele agrado ao seu pet, até os chocolates próprios feitos para animais devem ser evitados nesta época. Devido ao seu aroma e aparência próximos do original, o pet pode acabar se acostumando e ficar com mais vontade de comer o chocolate que não é feito para ele, tornando, assim, mais difícil de evitar que ele ataque as sobremesas.

O que fazer?

Caso veja que seu animalzinho comeu chocolate ou note que ele apresenta sintomas como vômito, diarreia, tremores musculares, respiração fatigada, entre outros, leve-o imediatamente a um médico veterinário. O tratamento, apesar de complicado, é possível. E não se assuste caso seu pet coma apenas um confete no chão, lembre-se que a intoxicação depende da quantidade de chocolate e do peso do seu animal.

Não se esqueça das dicas, cuide bem do seu companheiro e uma ótima Páscoa. 

Happy Pet. Happy You.