Categoria: Cães

Capa de 'Diferenças entre cães e gatos'

Diferenças entre cães e gatos

Já ouvimos várias vezes comparações entre cães e gatos. Desde a diferença entre como eles agem em determinadas situações e até comentários maldosos. Hoje viemos desmitificar alguns desses comentários. Afinal, apesar de tudo, não podemos esquecer que cão e gato são espécies totalmente diferentes.

Espécies distintas:

O gato é um felino, parente distante dos leões, enquanto o cão é um canino, parente dos lobos. Anos de evolução e necessidades diferentes tornaram deles o que eles são hoje. E alguns desses instintos ainda perduram. Mesmo com passado muitos anos de evolução em meio aos homens os seus instintos ainda existem. O gato, por exemplo, gosta de caçar, por isso tem atração por coisas que se movem, portanto brinquedos como bolinhas são grandes atrativos para esse tipo de animal, você pode notar que gatos são fissurados em animais que se movem rapidamente como camundongos, pássaros, baratas, grilos e outros bichos. O cão gosta de se sujar, assim como os lobos fazem pra disfarçar seu cheiro. As comparações, por vezes, são inevitáveis, mas comparar duas espécies distintas dessa forma nunca vai levar a lugar nenhum.

Comportamentos distintos:

A frase “o gato gosta da casa e não do dono” é muito falada por aí, mas não é bem assim que acontece. Os gatos são muito apegados aos donos, quando eles ronronam ou se esfregam neles, é um sinal de carinho e respeito, eles são mais independentes, não precisam dos donos pra brincar, nem pra comer, nem pra se lavar, possuem hábitos noturnos e por isso dormem a maior parte do dia. Os cães, ao contrário, dormem mais a noite e ficam com vontade de brincar durante o dia. E eles precisam que seu dono os ensine onde faz as necessidades, precisam que os limpe, e são bem mais dependentes e carentes que os gatos.

Cada um na sua:

Apesar de tantas diferenças, ambos são carinhosos e todos estes mitos de que os gatos não são companheiros não possuem embasamento algum. Eles são diferentes, devem ser tratados e respeitados como tal. O comportamento pode até mudar de cão para cão e de gato para gato. Esses julgamentos só servem para reforçar uma imagem negativa que os pobres felinos enfrentam há muito tempo.

Entre um cão e um gato, fique com aquele que você se identifica mais. Pode até ficar com os dois. O importante é saber dar carinho, conforto e cuidar bem. E respeitar cada um independente das diferenças.

Happy pet. Happy you.