Categoria: Dicas

Capa de 'Dicas para fotografar o seu bichinho de estimação'

Dicas para fotografar o seu bichinho de estimação

Paciência e carinho, essas são as principais ferramentas do premiado fotógrafo Johnny Duarte para fotografar animais. Ele se dedica a essa tarefa especial há 18 anos, já publicou suas fotos em revistas renomadas e ganhou prêmios importantes na área.

Nesse bate-papo, o profissional fala sobre o desafio de clicar cães e gatos, mostra como é o trabalho dele e ainda dá algumas dicas para fazer boas imagens do seu bichinho de estimação. Confira!

Qual o animal mais fácil de fotografar: cachorro ou gato?

Tartarugas! (risos) Em geral, cães são mais fáceis que gatos. Os gatos não vivem em grupos, não possuem líder. Portanto, não costumam aceitar ordens.

Há técnicas e cuidados diferentes para fotografar cães e gatos?

Sim, eles são bem diferentes. Os gatos têm que ser seduzidos, já os cães tem a vantagem da obediência. Mesmo que não sejam adestrados, nós conseguimos trabalhar, principalmente se estiverem nas mãos de um bom profissional de adestramento.

Como escolher cenários para as fotos?

Para arte não se aplicam regras. Portanto, tudo é válido e nem tudo agrada a todos. Eu gosto de backgrounds limpos, que não conflitem ou disputem atenção com o objeto principal da foto, o animal.

O uso de flash é aconselhável? Qual tipo de iluminação é recomendado?

O sol da manhã e o entardecer são as melhores luzes para se trabalhar. O importante é saber usar o flash. Com isso, podemos obter bons resultados, até mesmo em fotos no sol para amenizar as sombras. Porém, o flash sobre a câmera também destrói muita imagem.

Como não irritar os bichinhos durante as sessões e deixá-los confortáveis?

Nós devemos ter sensibilidade para nos conectar ao nosso modelo, estar o tempo todo atento as suas atitudes, ler as suas expressões faciais e corporais para não deixarmos que a coisa se torne estressante para ele. Devemos controlar e manter agradável o clima do set, pois o desconforto de qualquer um dos presentes irá refletir no comportamento do animal.

É fundamental conviver com animais para saber interpretá-los de maneira intuitiva. Lembre-se que o animal não mente. Por isso, devemos saber como conduzir as fotos para extrairmos o melhor deles.

Você tem alguma dica importante para conseguir um bom ângulo?

Não há regras. Uma dica legal para quem está habituado com câmeras caseiras é fotografar de longe com o zoom no máximo. Isso irá minimizar as distorções das lentes - erro comum em fotos caseiras.

Curtiu as dicas? Confira um pouco do trabalho do fotógrafo!

 

Happy pet. Happy you.