Categoria: Saúde e Bem-Estar

Capa de 'Como fazer meu pet beber mais água?'

Como fazer meu pet beber mais água?

Um dos pilares de uma vida saudável é a correta ingestão de água. A hidratação é crucial para todos os seres vivos, e apesar dos cães e gatos beberem água espontaneamente, estimular um consumo maior é muito benéfico. Alguns animais por diversos motivos acabam ingerindo pouca água, e nesses casos não há tempo a perder, é hora de mudar alguns hábitos.

Por que a água é tão importante

A água é uma das substâncias mais importantes da terra. Se não houvesse água, não haveria vida. É difícil listar todas as funções que a água desempenha no organismo, pois são inúmeras e todas essenciais, mas vamos explicar as principais:

- A água circulante no organismo ajuda a manter a temperatura corporal correta. Cães e gatos praticamente não suam, e usam sua respiração para evitar a hipertermia. Ao inspirar e expirar, eles perdem água através do ar dos pulmões, processo esse que resfria o corpo.

- Mantém os tecidos do corpo úmidos, algo essencial para proteção. Articulações, olhos, vias aéreas, pele e até o cérebro, são apenas alguns dos exemplos de locais que precisam ficar bem umedecidos o tempo todo para evitar lesões, desconfortos, dores e até doenças.

- A ingestão adequada de água permite que o corpo excrete resíduos através da evaporação, micção e defecação. Os rins e o fígado a utilizam para ajudar a eliminar os resíduos, assim como o intestino. A água também essencial para evitar a prisão de ventre, amolecendo as fezes e ajudando a mover os alimentos pelo trato intestinal.

- A digestão começa com a saliva, cuja base é a água, assim como os ácidos estomacais, necessários para quebrar as moléculas dos alimentos. A água também é necessária para ajudar a digerir a fibra solúvel. Com a ajuda da água, essa fibra se dissolve facilmente e beneficia a saúde do intestino.

- Boa parte da água do organismo está entre as células, formando o chamado líquido intracelular, meio no qual ocorrem os processos químicos e físicos necessários para a vida. Dentro dos vasos, está o líquido intravenoso, que forma o sangue para transporte de gases nutrientes e produtos do metabolismo.

Benefícios da maior ingestão de água

Normalmente, o pet vai ingerir espontaneamente a quantidade necessária de água para suprir todas suas necessidades, mesmo quando o hábito não é estimulado. O corpo tem mecanismos que fazem o animal buscar água quando for necessário, porém ao aumentarmos a ingestão de líquidos, mesmo que seja um pequeno aumento, trazemos alguns benefícios muito interessantes para a saúde.

Trato urinário

Boa parte, senão a maioria dos problemas de trato urinário são evitáveis através de uma maior ingestão de água. Infecções urinárias, pedras nos rins ou na bexiga e alguns problemas renais são apenas alguns exemplos. Cães podem desenvolver essas doenças, mas sabemos que os gatos particularmente são muito mais propensos. Isso ocorre porque eles costumam ingerir pouca água, devido aos seus hábitos naturais. Uma maior quantidade de água vai evitar a concentração dos minerais que formam as pedras, deixando a urina mais diluída. Além disso, vai aumentar a frequência de micção, o que também contribui, pois, a urina fica menos tempo dentro da bexiga. Para a pedra se formar, é necessário que os minerais se juntem, e isso leva um tempo. Com o maior fluxo urinário, fica mais difícil desse processo ocorrer.

Pele e pelagem

A pele possui várias camadas de células. Entre essas camadas existe água e ácidos graxos, que vão mantê-la hidratada e flexível o suficiente. Isso evita lesões por ressecamento e melhora a capacidade da pele de impedir a entrada de invasores, como bactérias, fungos e vírus. Quando o pet bebe pouca água, ou apenas o mínimo suficiente, o organismo acaba priorizando outras áreas vitais, enviando menos água para a superfície cutânea. Por isso é interessante uma boa ingestão hídrica, assim o corpo tem líquidos suficientes para manter a pele mais hidratada possível, de dentro para fora. A pelagem em especial também melhora, pois a produção do pelo se dá nas glândulas da pele que necessitarão de água para formar um fio saudável.

Saúde renal

Entre muitas funções, os rins executam a filtração do sangue e posterior eliminação de toxinas que são produzidas pelo metabolismo. Sem uma quantidade adequada de água, esse processo fica prejudicado, sobrecarregando os rins. Quando o corpo está com menos água, os rins detectam e concentram mais a urina, predispondo a formação das pedras nos rins. Animais com problemas renais devem ter uma atenção ainda maior com a ingestão hídrica, pois ficam facilmente desidratados.

Saúde intestinal

O intestino é responsável por absorver os nutrientes, formar e eliminar as fezes. Ao aumentar a ingestão de água, as fezes vão ficar mais hidratadas, facilitando a eliminação e evitando a constipação. Uma das recomendações básicas para quem tem prisão de ventre é beber mais água. Animais que têm trato digestivo sensível, com vômitos ou diarreias eventuais, devem ingerir mais água, pois acabam perdendo líquidos quando esses sintomas ocorrem.

Como estimular a ingestão de água

Simplesmente deixar um pote de água o dia todo a disposição não é suficiente para estimular uma maior ingestão hídrica nos pets. Existem algumas maneiras de fazer isso, veja abaixo em detalhes:

- Recipiente de água para cães: procure deixar sempre mais de um pote de água no local onde o cão vive, pelo menos um perto do comedouro e outro em um local que o cão costuma descansar ou passar mais tempo. Escolha bebedouros grandes, com a boca larga (mais confortável para beber). O ideal é trocar a água pelo menos 2 vezes ao dia, para mantê-la sempre fresca e limpa. Caso o cão passe longos períodos sozinho, aí é necessário um recipiente mais fundo para não faltar água.

- Recipiente de água para gatos: felinos são muito seletivos com a água. O ideal é utilizar bebedouros de boca bem larga e rasos, onde o gato não esbarre seus bigodes nas laterais. A utilização de mais de um bebedouro também é recomendada, e a troca de água deve ser feita frequentemente, no mínimo 2 vezes ao dia. Uma opção ainda melhor é utilizar fontes de água automáticas, pois os felinos procuram sempre beber água corrente. Na natureza, a água parada é um terreno fértil para bactérias e odores desagradáveis. A água corrente, por outro lado, é mais segura por estar sempre sendo renovada, e é por isso que muitos gatos domésticos ainda preferem dessa maneira.

- Material do bebedouro: o plástico é o material mais utilizado e o mais barato, porém libera um sabor característico que pode incomodar alguns pets. A cerâmica e o alumínio são os materiais mais indicados, pois não liberam sabor e mantém a água mais fresca.

Bebedouro de alumínio com formato ideal para cães

- Treinamento: procure recompensar com mimos e carinho quando seu pet beber água. Ele vai entender que aquilo é algo desejável e positivo, estimulando o consumo.

- Ofereça alimentos úmidos: a utilização de alimentos com alto teor de umidade vem crescendo no mundo todo. O alimento úmido tem de 60% a 84% de umidade em sua composição, e a ração seca tem no máximo 12%. Essa diferença vai aumentar a quantidade de água que o pet ingere em um dia. Conheça todos os benefícios dos alimentos úmidos a seguir.

Alimentos úmidos e suas vantagens

A maioria dos tutores já sabe uma das grandes vantagens dos alimentos úmidos, que é a atratividade. Os cães e gatos adoram esse tipo de alimento. Porém, existem ainda outras grandes vantagens.

Hidratação

É o tema desse artigo, pois talvez o principal benefício é a maior hidratação que esses alimentos oferecem. Todos os benefícios que explicamos anteriormente são válidos, como a saúde do trato urinário, da digestão, da pele, entre outras. Vale ressaltar, que na natureza, os animais carnívoros se alimentam basicamente de presas com alto teor de umidade, assim como os alimentos úmidos. Isso ajuda esses animais selvagens a se manterem hidratados adequadamente, mesmo em períodos de seca.

Sabor e aroma

O teor de umidade de um alimento é um dos fatores determinantes para sua atratividade. Isso vale inclusive para nós, que preferimos sempre um alimento mais suculento do que algo ressecado. Muitos tutores buscam oferecer petiscos ou até comida caseira para agradar o paladar dos seus pets, e os alimentos úmidos são uma forma de fazer isso de maneira saudável e segura.

Menos calórico

Água não tem calorias, portanto, alimentos mais úmidos são menos calóricos. Isso contribui para o controle de peso, já que que muitos pets têm ganho peso devido ao estilo de vida dentro de casa, e ao excesso de petiscos que costumamos oferecer. Além disso, por terem um maior volume, os alimentos úmidos dão mais saciedade, pois ocupam maior espaço no estômago.

Para enfermos e animais seletivos

Graças às suas características mais atrativas, esse tipo de alimento é muito útil para animais doentes que estão sem apetite. Idosos e animais muito seletivos também se beneficiam disso, já que por muitas vezes ingerem menos nutrientes do que realmente precisam. Mas, atenção, siga à risca as orientações nutricionais do médico veterinário em caso de problemas de saúde.

Ofereça um alimento úmido completo

A escolha do alimento úmido deve levar em conta alguns pontos. O primeiro deles é em relação a classificação do produto, pois existem opções suplementares, ou também chamadas de específicas, que tem finalidade de agrado, prêmio ou recompensa e que não se caracterizam como alimentos completos, podendo possuir propriedades específicas. Para evitar possíveis deficiências ou desequilíbrios na dieta, recomenda-se usar um alimento úmido completo.

Segundo a ABINPET - Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação, o alimento completo é composto por ingredientes ou matérias primas destinadas exclusivamente à alimentação de animais de estimação, capaz de atender integralmente suas exigências nutricionais, podendo possuir propriedades específicas ou funcionais. Assim, certifique-se de utilizar uma opção úmida nutricionalmente equivalente ao alimento seco, como a recém chegada linha N&D úmida, desenvolvida do mesmo conhecimento de nutrição animal das linhas secas da Farmina.

Linha Natural & Delicious de alimentos úmidos

A Farmina desenvolveu uma linha de alimento completo e natural, com pedaços de carnes, frutas e vegetais, sem a utilização de goma ou ingredientes artificiais. As dietas são produzidas de maneira diferenciada, com cozimento único a vapor, mantendo as características de sabor, aroma e textura de ingredientes como carne de cordeiro, de peixes (bacalhau, camarão, salmão, badejo e sardinha), de frango, pato e até de javali, além de vegetais como abóbora, quinoa e frutas. A linha N&D utiliza ingredientes nobres, sem conservantes artificiais e ricas em proteínas de origem animal, respeitando as características alimentares dos animais carnívoros.

Para adequar a alimentação do seu pet, utilizando alimentos úmidos, utilize o Suporte Nutricional Farmina para tirar dúvidas e receber orientações. São profissionais especializados que estão à disposição dos tutores que desejam oferecer dietas de alta qualidade para seus animais de estimação. Clique aqui para acessar.