Categoria: Cães

Capa de 'Como ensinar o seu cão a comer devagar'

Como ensinar o seu cão a comer devagar


Alguns cães se empolgam tanto na hora das refeições que abocanham tudo como se não houvesse amanhã. Esse hábito de comer com altos níveis de excitação e de forma acelerada é prejudicial à saúde do pet, que pode adquirir problemas na digestão.

Ansiedade, histórico de negligência e um ambiente competitivo com outros animais são as razões que podem levar ao comportamento compulsivo. Por outro lado, algumas ações ajudam a diminuir a velocidade de ingestão do seu cão. Confira!

Coloque a tigela de alimentos em uma área calma da casa. Isso torna o ambiente propício para uma refeição tranquila, além de ajudar a controlar a ansiedade do animal.

Separe o cachorro de outros pets na hora da refeição. Faça isso até que ele aprenda a se relacionar melhor com o alimento. A presença de outros animais pode gerar competitividade no cão, que come rápido ao achar que poderá ficar com fome.

Só permita que ele alcance o alimento quando se acalmar. Você colocou o alimento Farmina no comedouro e o pet pula freneticamente? Aguarde até que ele amanse para colocar a tigela no chão. Até lá a ânsia de engolir tudo compulsivamente terá diminuído.

Estabeleça um horário fixo para as refeições. O hábito contribui para tornar o momento de comer mais calmo. Defina a hora exata para alimentar o cão e siga o roteiro todos os dias, pontualmente.

Não faça alarde ao oferecer alimentos. Esse passo é importante para remover a excitação do cão associada ao momento de comer. 
 


Esperar o cão se acalmar antes de alcançar o alimento diminui a ansiedade do pet


Dê porções menores de comida. A voracidade e rapidez do cão ao comer podem indicar fome. Por isso, ao invés de disponibilizar apenas uma grande refeição o dia inteiro, divida o alimento em pequenas quantidades ao longo do dia.

Não deixe a comida disponível 24 horas por dia. Se o cão não comer toda a refeição no horário combinado, retire o que sobrou. Ao fazer isso, ele entenderá a hierarquia: humano - cão.

Não dê petiscos ao pet enquanto você come. De maneira calma e carinhosa, afaste-o. Mesmo que ele continue a pedir, repita o processo até que ele entenda que não ganhará mais petiscos.

Opte por comedouros com obstáculos. Existem peças desenvolvidas especialmente para delongar a refeição do pet e, assim, diminuir o processo de ingestão do alimento.

Procure ajuda profissional. Para os casos mais acentuados, consultar um veterinário ou especialista em comportamento é o melhor caminho.

 

Happy pet. Happy you.