Categoria: Saúde e Bem-Estar

Capa de 'Como cuidar de pets que ficam sozinhos em casa'

Como cuidar de pets que ficam sozinhos em casa

Animais que enfrentam longos períodos sozinhos podem ser vítimas da ansiedade de separação. O transtorno gera comportamentos compulsivos nos pets como: latir ou chorar o dia todo, arranhar e roer móveis e portas ou lamber o corpo freneticamente a ponto de aparecerem feridas. Se alguma dessas situações é comum na sua casa, pode ser que seu animal de estimação sofra com o problema.

Tanto os cães quanto os gatos lidam com tristeza e estresse quando ficam sozinhos. Para os cachorros, que são mais sociáveis, a intensidade varia de acordo com a raça, hábitos do dono e treinamento.

Para que seu animal de estimação saiba lidar com a solidão, é importante treiná-lo desde filhote. Os primeiros dias do cão ou gato na casa nova são determinantes para a ansiedade do animal no futuro.

Deixar o cãozinho que acabou de ser separado da família isolado em um cômodo da casa pode ser traumático. Ele irá associar o isolamento ao desespero da separação. O método ideal é deixá-lo sozinho aos poucos, somente depois que ele se acostumar com o novo lar.

Com os felinos deve acontecer o contrário. O novo membro da família se estressa ainda mais se for colocado em um espaço amplo. A receita do sucesso é deixar o gato em um cômodo menor no primeiro dia e somente liberar o ingresso ao restante da casa quando ele começar a comer e usar a caixinha de areia.


Por serem mais sociáveis, cães geralmente sofrem mais com a solidão do que os gatos


Dicas

- Animais adultos – os cães, principalmente – percebem o humor dos humanos. Por isso, contenha a dor e a culpa por deixar o animal sozinho. Ao sair de casa, dê um petisco para que ele relacione a sua saída a algo positivo.

- Essa recomendação pode doer mais em você do que no pet. Quando voltar para casa, ignore-o enquanto ele estiver muito empolgado. Se o dono enche o animal de carinhos ao chegar, ele fica ainda mais ansioso por atenção.

- Providencie uma companhia para o seu amigo. Pode ser outro cão ou gato, desde que a convivência entre eles seja pacífica. A solução é ótima para os casos que não têm como evitar os momentos de solidão.

- Deixe jogos interativos e brinquedos à disposição do pet durante os períodos em que ele fica sozinho. Existem inúmeras opções no mercado que acalmam e divertem o seu animal.

Curtiu as dicas? Agora, é só colocar em prática!

Happy pet. Happy you.