Categoria: Dicas

Capa de 'Casa segura para o pet'

Casa segura para o pet

Animais de estimação são curiosos e adoram desbravar o mundo a sua volta. Por isso, o lar precisa de cuidados especiais quando tem um pet entre os moradores. Fios elétricos desencapados, produtos de limpeza expostos e até plantas são capazes de transformar as aventuras do bichinho em experiências que podem acabar no veterinário.

Para que as brincadeiras do seu cão ou gato sempre tenham um final feliz, confira atitudes práticas que fazem da sua casa um ambiente mais protegido e seguro.

Sala de estar

Os fios elétricos comuns no espaço exigem atenção. Cães e gatos podem se emaranhar nos cabos, mordê-los e até serem eletrocutados. Manter os fios sob carpetes, protegê-los com canaletas de plástico ou tiras de vinil impede que os animais tenham acesso ao perigo.

Cortinas e persianas também são traiçoeiras, especialmente para os gatos que adoram brincar com fios ou barra de tecidos. Os trilhos da peça podem cair sobre o bichano ou ele pode se enrolar nos cordões e se asfixiar. Manter os puxadores longe do alcance do pet é a melhor maneira para que isso não aconteça.

Cozinha

O cômodo é farto de objetos cortantes que podem ferir o seu animal de estimação. Então, guarde os utensílios em locais altos e de difícil acesso. O mesmo deve acontecer com sacolas plásticas e brinquedos pequenos, pois os pets podem engasgar e engolir os itens.

Mais uma dica importante: mantenha a cozinha sempre limpa, mas não exagere nos produtos de limpeza. Quando líquidos que contêm hipoclorito de sódio, por exemplo, são usados em excesso, agridem o olfato dos animais.

Cuidados com gatos

Banheiro

A dica acima também vale para os banheiros. Desinfetantes à base de pinho e os que contêm fenol são tóxicos – principalmente para os gatos. Os produtos de limpeza devem estar sempre bem trancados no armário. A medida evita, inclusive, que o pet entre no local e fique preso lá.

Outro item do cômodo que também deve ser mantido fechado é o vaso sanitário. Dessa maneira, você evita que o bichinho caia dentro.

Quarto

Proteja seu pet das suas meias! Como cães e gatos adoram brincar com a peça, podem ingeri-la por acidente e sofrer uma obstrução intestinal. O mesmo vale para quartos de crianças onde é comum ter brinquedos pelo chão. Deixe meias, brinquedos e enfeites pequenos bem longe das patinhas do seu animal.

As janelas e sacadas dos dormitórios também devem estar bem protegidas, especialmente em apartamentos. Telas de proteção resistentes evitam quedas que, muitas vezes, podem ser fatais. Embora simples, a medida é fundamental para manter seu companheiro do seu lado por mais tempo.

Área externa

Ter um animal de estimação requer atenção redobrada do dono ao estacionar ou tirar o carro da garagem. Existem pets que gostam de dormir embaixo do automóvel. Por isso, é preciso ficar sempre alerta a atropelamentos.

No jardim, algumas espécies comuns de plantas são tóxicas para os animais domésticos. É o caso da comigo-ninguém-pode, o copo-de-leite, azaleia, espada-de-são-jorge e o bico-de-papagaio. É importante ter cautela para que os pets não comam as plantas e passem apuros no veterinário.

Proteger o bem estar do pet é o mesmo que cuidar do seu próprio bem estar!

Happy pet. Happy you.