Categoria: Gatos

Capa de 'Características incríveis do gato Maine Coon'

Características incríveis do gato Maine Coon

Uma raça de gato muito interessante e que chama atenção pelo seu porte e pela sua pelagem, o Maine Coon faz sucesso no mundo todo. É considerado um gato gigante, porém muito manso e brincalhão. Conheça essas e outras características do famoso Maine Coon.

 

A História da raça

O Maine Coon é um gato originado nos Estados Unidos, mais precisamente na região de New England. Existem várias teorias que procuram explicar como foi o surgimento da raça, mas até hoje todas são consideradas incertas.

A mais famosa entre elas e, obviamente impossível de ter acontecido, é que a raça foi criada a partir do cruzamento de gatos semi-selvagens com guaxinins. Este mito se desenvolveu por causa da cauda espessa e coloração marrom malhada, bem semelhante à dos guaxinins, animais comuns nos EUA.  “Maine” é o nome de um estado localizado na região de New England e “Coon” é uma derivação de “Raccoon”, que significa guaxinim em inglês.

A teoria mais aceita sobre a origem dos Maine Coons é que eles são descendentes de gatos europeus de pelagem longa. Os capitães de navios geralmente mantinham os gatos a bordo para manter o controle dos ratos e camundongos que poderiam causar estragos na carga e no funcionamento interno das embarcações. Alguns capitães se apegavam aos gatos e traziam filhotes para o continente. Duzentos anos atrás, o estado de Maine era um porto comum para os navios que ancoravam para e receber reparos, e para os marinheiros que optavam por fazer uma pausa em terra. Muitas famílias do mar se estabeleceram nas cidades costeiras de Maine, trazendo seus felinos.

Outra teoria apresenta a hipótese de a raça ter surgido de um dos seis gatos de estimação que Maria Antonieta (rainha da França) enviou para Wiscasset (uma cidade do estado de Maine), quando pretendia fugir do seu país na época da Revolução Francesa.           

 

As características do Maine Coon

Tamanho: essa é a maior ou uma das maiores raças de felinos do mundo. Os maiores podem atingir mais de 1,20 metro de comprimento. Seu crescimento ocorre em média até os 3 anos de idade.

Peso: por conta do seu porte físico, a raça está na categoria de gatos pesados. O peso pode variar de 7 a 12kg. 

Expectativa de vida: a longevidade dos Maine Coons é de aproximadamente 13 anos. Entretanto, esse tempo é muito relativo, pois é possível aumentar a expectativa de vida oferecendo alimentação de alta qualidade, seguindo os protocolos vacinais corretamente e garantindo qualidade de vida através de um bom espaço disponível e atividades físicas diárias. Além disso, visitas periódicas ao Médico Veterinário de confiança também contribuem para prolongar os anos de vida.

Pelagem: O Maine Coon possui uma pelagem lisa, longa e na maior parte dos exemplares, macia. A raça se destaca também por ter uma grande quantidade de pelos densos, que serviam no passado para se proteger das baixas temperaturas atingidas na sua cidade de origem. A cor mais vista atualmente é o marrom rajado, mas existem outras tonalidades, como branco, cinza rajado e tartaruga (uma mistura de preto, branco e marrom alaranjado).

Comportamento: Entre muitas outras qualidades, eles são conhecidos como “gigantes gentis” devido a sua boa personalidade. Ao contrário do que uma primeira impressão pode causar, seu tamanho não condiz nada com o seu comportamento. Eles possuem temperamento tranquilo, não costumam ser ariscos, adoram fazer companhia para seus tutores, são bastante sociáveis, independentes (não costumam gostar muito de colo), obedientes, brincalhões e inteligentes (possuem capacidade de aprender rapidamente o que podem fazer e o que não podem). Por todas essas características, os Maine Coons são considerados uma ótima opção para o convívio com crianças e idosos.

 

Curiosidades

- A raça possui maior quantidade de pelos na região abdominal e de pescoço para se proteger das baixas temperaturas, dada sua origem de regiões muito frias.

- Um exemplar do Maine Coon está no Guinness como gato mais comprido do mundo com quase 124 centímetros.

- Sim, eles gostam de brincar na água e com água! Sua pelagem densa e resistente contribui para esse tipo de diversão, diferentemente da maioria dos felinos.

 

As necessidades especiais

Sendo um gato cheio de características únicas, o Maine Coon também apresenta necessidades típicas da sua raça. Detalhamos a seguir os cuidados especiais que este felino requer e separamos também algumas doenças mais comuns nos Maine Coons.

 

Cuidados com a pelagem     

Escovação: Primeiramente, o cuidado básico com a pelagem é o da escovação. Utilize uma escova de cerdas macias e sem pontas afiadas, isso evita que a delicada pele do felino seja arranhada. É recomendado escovar 2 vezes por semana, sempre no sentido de crescimento do pelo. Faça da escovação um momento de relaxamento, utilizando movimentos lentos e suaves. Nunca force ou segure o gato a ponto dele se sentir preso ou obrigado a receber esta manipulação. Comece com escovações bem curtas, acostumando-o desde cedo.

Tosa: Gatos não devem ser tosados na máquina, mesmo no verão. Os de pelo longo podem receber uma tosa leve na tesoura, chamada de Trimming, que reduz o volume de pelos, aliviando o calor.

Banhos: O Maine Coon costuma ser mais receptivo à água do que outros gatos. Banhos podem ser dados com uma frequência baixa e caso seja necessário.  O ideal é que o bichano seja acostumado desde filhote a esse tipo de manipulação.

Nutrição: Conforme explicamos no nosso último artigo, uma nutrição de qualidade é pré-requisito para pelagem saudável e bonita. Todos nutrientes são importantes, mas alguns têm ação direta nas estruturas e no crescimento do fio. Vale destacar, que a pele também deve estar bem nutrida para que o pelo possa se desenvolver.

 

Atenção ao ganho de peso

O Maine Coon não é mais predisposto à obesidade do que outras raças, porém, por ser um gato muito grande, a obesidade quando presente é um problema e tanto. A obesidade aumenta consideravelmente os riscos do desenvolvimento da diabetes e de problemas articulares. Para evitar isso, primeiramente ofereça uma dieta rica em proteínas de origem animal e baixa em carboidratos, tal qual o cardápio natural de todos os felinos, como carnívoros estritos que são. Segundo, estimule a prática de exercícios físicos. Eles são naturalmente curiosos e adoram brincadeiras de caça. Utilize brinquedos com este fim, como bolinhas, guizos, varinhas com penas, etc. Existe no mercado uma série de brinquedos interativos para gatos, procure em grandes pet shops ou na internet.  O enriquecimento ambiental também ajuda na prática de atividade física. O exercício mantém o corpo saudável, e também faz bem para a mente dos bichanos.

Displasia coxo femoral

A displasia coxo femoral é um problema na articulação do quadril, quando há uma incongruência com posterior desgaste das estruturas envolvidas, levando a uma artrose. É prevalente em grandes raças de cães pois tem relação com o crescimento rápido que essas raças apresentam, e ao peso maior sobre as articulações. Justamente por isso, o Maine Coon tem uma maior propensão a desenvolver esse problema. Os machos correm mais risco de displasia do que as fêmeas porque são de maior tamanho e colocam mais stress nas articulações. Uma maneira de evitar isso é adquirir filhotes apenas de criadores sérios e credenciados, que apresentem laudos negativos de displasia, além de manter o felino sempre ativo e dentro do peso ideal.

Problemas cardíacos

A cardiomiopatia hipertrófica felina é uma das formas mais comuns de doença cardíaca em gatos. Aparentemente, é mais comum na raça do gato Maine Coon, e aparece em gatos de meia idade e idosos. Existe tratamento para reduzir a progressão da doença e melhorar o bem-estar de gatos acometidos.

 

Atrofia muscular espinhal

Atrofia muscular espinhal é outra doença genética bem documentada em Maine Coons. Normalmente, os sintomas apresentam-se relativamente cedo (geralmente aos 3-4 meses de idade). A doença não é fatal, mas pode causar fraqueza muscular e óssea. 

 

E como a nutrição pode ajudar?

Através de dietas de alta qualidade e ricas em nutrientes funcionais, é possível fortalecer o organismo, veja:

Glucosamina e Condroitina

Essas substâncias estão presentes na cartilagem dos animais e têm funções protetoras e regeneradoras. A ingestão de condroitina e glucosamina como suplementação visa aumentar o aporte delas nas articulações.

Ômega 3 (DHA e EPA) e ômega 6

Temos falado bastante desses nutrientes aqui no blog. O DHA e o EPA fazem parte dos ácidos graxos essenciais ômega 3, e possuem funções de regulação da inflamação, são antioxidantes naturais, apresentam funções protetoras nos rins, são importantes para o sistema nervoso e para a visão. O ômega 6 também é fundamental para várias reações no organismo, com destaque para manutenção da hidratação e proteção da pele.

Fibras especiais

A quantidade de fibras que um gato deve ingerir não pode ser alta. Por isso, a adoção de fibras especiais é importante. Como o Maine Coon tem pelo longo, ele acaba ingerindo mais pelos ao se lamberem, podendo acumular bolas de pelo em seu sistema gastrointestinal. Fibras especiais como Psylium, MOS e FOS (prebióticos), e Quinoa auxiliam nessa questão.

Antioxidantes naturais

São elementos naturais que evitam a oxidação nas células. Entre eles podemos citar vitamina C, vitamina E, betacaroteno, selênio, pigmentos de vegetais, flavonoides, tocoferóis, polifenois, curcumina, entre outros.

Dietas funcionais

Os ingredientes e nutrientes citados acima, além de outros, estão disponíveis atualmente em dietas funcionais. Essas dietas não são para tratar ou curar uma doença, e sim para fornecer subsídio para que o organismo se equilibre e se defenda de possíveis problemas. A linha N&D Quinoa da Farmina oferece diferentes dietas ricas em ingredientes funcionais, com mais de 90% de proteínas de origem animal, sem cereais e adequada ao bem-estar de gatos.  Veja as opções:

Skin & Coat: animais com pele sensível, ou quando se deseja melhorar a saúde e a beleza da pele e pelagem.

Weight Management: para gatos que apresentam tendência ao ganho de peso, ou que já estão acima do peso ideal.

Urinary: para ajudar o organismo a se defender e evitar o aparecimento de problemas urinários, tão comuns nos gatos

Digestion: uma dieta com altos índices de digestibilidade, favorecendo uma melhor absorção de nutrientes.

 

Plano Nutricional

Um Plano Nutricional vai indicar a melhor dieta para o caso do seu gato, seja um Maine Coon ou felino de outra raça. Ao preencher algumas informações, como peso, idade, raça, entre outros, o sistema pode indicar o alimento ideal e calcular a quantidade correta a ser ingerida. Um benefício extra do Plano Nutricional Farmina é o desconto exclusivo para leitores do blog. Tenha acesso a esse desconto clicando aqui.

Esperamos ter mostrado para você todas as características incríveis do Maine Coon, além de ter lhe ajudado a cuidar ainda melhor do seu felino. Em caso de dúvidas ou sugestões, deixe um comentário abaixo para a gente!