Categoria: Saúde e Bem-Estar

Capa de 'A história da nutrição de cães e gatos (parte 3) – Os novos conceitos'

A história da nutrição de cães e gatos (parte 3) – Os novos conceitos

Dando continuidade aos artigos sobre a história da nutrição de cães e gatos, chegamos na terceira parte. No primeiro texto falamos sobre como se deu o início de tudo, com os grandes benefícios que o alimento completo e balanceado trouxe na época. Na parte 2, mostramos o salto de qualidade que houve nas últimas décadas, com o grande desenvolvimento científico que a nutrição animal recebeu e explicamos as diferenças entre Standard, Premium, Super Premium e Hyper Premium.

No artigo a seguir, iremos falar sobre os últimos avanços que tivemos, com a adoção de novos ingredientes, novos conceitos e padrões de qualidade que estão sendo adotados no Brasil e no mundo, como por exemplo os produtos naturais e funcionais.

Uma nova categoria surgindo

O mercado de pet food categoriza os produtos de acordo com padrões de qualidade já bem conhecidos, Standard, Premium e Super Premium. Os alimentos Standards são aqueles que atendem integralmente às exigências nutricionais básicas de cães ou gatos por um valor econômico.

A categoria Premium conta com fórmulas com proporções maiores de ingredientes de origem animal, que serão melhor absorvidos e aproveitados pelo animal. Já a Super Premium prioriza alimentos com maiores teores de proteína e matérias-primas de alto aproveitamento, resultado em um alimento mais concentrado onde o animal precisa ingerir uma menor quantidade para atingir seus requerimentos nutricionais. Além disso, contém vários ingredientes extras, que apesar de não serem essenciais, complementam a nutrição do pet. Existe também a categoria Hyper Premium, que é bem mais recente.

A Hyper Premium leva em conta a natureza dos animais de estimação. Ao estudarmos o processo evolutivo do cão e do gato, vemos que eles ainda têm muito dos seus ancestrais selvagens. Não apenas os requerimentos nutricionais, mas a fisiologia digestiva, as preferências alimentares e o comportamento natural são considerados no desenvolvimento dos alimentos Hyper Premium, visando sempre o máximo bem-estar e saúde dos pets.

A preocupação das pessoas por uma vida mais saudável e natural que temos visto nos últimos anos chegou também aos animais de estimação, e a alimentação é parte fundamental nesse processo, onde os produtos Hyper Premium estão inseridos.

Novos ingredientes

Normalmente, os ingredientes base mais utilizados são carnes e vísceras de bovinos e de frango e grãos como milho, trigo e soja. Com a maior disponibilidade de alimentos de alta qualidade, as indústrias de nutrição animal têm escolhido novos ingredientes, alinhados aos conceitos que explicamos da categoria Hyper Premium, ou seja, levando em conta a maneira que os pets viviam na natureza antes de serem domesticados. Confira alguns exemplos a seguir:

Fontes de proteína animal

Novas opções de fontes de proteína animal estão disponíveis. Os produtos de alta qualidade utilizam a parte nobres dessas fontes, como a carne, excluindo escamas, penas, pelos, entre outras partes que apresentam baixa digestibilidade. O que as difere, portanto, é a qualidade da matéria-prima, o sabor e a proporção de alguns nutrientes, como:

Carne de Pato: Por ser pouco comum na alimentação de cães (e até de humanos) se torna uma alternativa a animais que apresentam algum tipo de alergia ou intolerância alimentar.  A carne de pato é rica em antioxidantes naturais, ferro, vitaminas e ácidos graxos poli-insaturados ômega 3.

Carne de pescados: A carne de peixe é excelente por conter pouca gordura (em comparação a outras fontes) e ser a mais rica em ômega 3. Sabemos que o ômega 3 fornece os ácidos graxos essenciais DHA e EPA, nutrientes importantíssimos com diversas propriedades benéficas e capazes de ajudar na prevenção de problemas de saúde. Além disso, contém as vitaminas lipossolúveis, como a vitamina A e a vitamina D. Também é uma proteína válida para cães e gatos com algum tipo de reação adversa aos alimentos tradicionais.

Carne de Cordeiro: É uma carne com sabor acentuado, e com a proporção de nutrientes parecida com outras carnes vermelhas. É rica em ácidos graxos essenciais e ácido linoleico conjugado (CLA), que tem sido relacionado a uma série de benefícios à saúde, principalmente os relacionados a manutenção do peso ideal.

Fontes de carboidrato

Carboidratos são fonte de energia. Apesar de os cães serem capazes de retirar toda energia necessária de proteínas e gorduras, também conseguem aproveitar a energia dos carboidratos, deixando parte das proteínas “livres” para desempenharem funções estruturais. Sabemos que o ideal é que esses animais ingiram quantidades moderadas de carboidrato, e que sejam de ótimas fontes:

Quinoa: considerada uma fonte de carboidrato por conter amido, a Quinoa é diferenciada por ter um baixo índice glicêmico e não conter glúten. Além disso, é um vegetal excelente para carnívoros, pois tem cerca de 15% de proteínas de alto valor biológico, que são ricas em aminoácidos essenciais, uma característica rara em fontes vegetais.

Abóbora: é um legume que tem características nutricionais únicas como baixo índice glicêmico, é fonte de betacaroteno e antioxidantes naturais e apresenta alta digestibilidade para cães e gatos.

Alimentação sem cereais

Com o avanço da ciência nutricional e da tecnologia disponível para fabricação de alimentos para pets, atualmente temos muitas opções onde os tutores podem escolher qual é a melhor para o seu animal de estimação. A chegada dos produtos livres de cereais (grain free) e de transgênicos veio como uma evolução natural nesse sentido.

Em geral, os alimentos livres de cereais oferecem alto teor de proteína de origem animal e utilizam fontes de carboidrato naturalmente livres de glúten, como batata, quinoa e abóbora. Outra característica marcante desses produtos é a não inclusão de transgênicos na fórmula.

Transgênicos são organismos vivos (geralmente plantas usadas na alimentação) que tiveram seu material genético modificado a fim de criar ou modificar determinadas características naturais.

Dietas funcionais

Entre todos os avanços dos produtos para alimentação animal, talvez o mais recente é o de dietas funcionais. “Funcional” vem dos atributos extras oferecidos pelos alimentos, além da nutrição necessária para manter a vida, e alimentos viram ingredientes das dietas funcionais. Estudos têm demonstrado efeitos benéficos destes alimentos sobre áreas como a condição de saúde de pele/pelo, saúde digestiva, sistema imunológico, urinário, envelhecimento e controle de peso.

A Farmina, buscando sempre desenvolver alimentos inovadores para os pets e oferecer opções mais naturais, saudáveis e alinhadas com os conceitos modernos de nutrição, desenvolveu linhas funcionais, livres de cereais, apenas com conservantes naturais, sem adição de glúten e com matérias-primas de alta qualidade.

Caso tenhas dúvidas, visite nosso site e veja em detalhes os benefícios que cada produto oferece, e escolha o melhor alimento possível para o seu pet.